Elementais

FC_22022015

“Elementais” é um assunto polêmico dada a falta de informações confiáveis e um grande processo de mistificação decorrente disso.

O termo em si (elemental) é muito utilizado pela Teosofia, doutrina fundada pela russa Helena Blavatsky.

Uma das ideias correntes é de que os elementais seriam consciências que seguem uma linha evolutiva paralela a humana e que, portanto, jamais renasceriam aqui. Não creio que isso seja correto.

A outra ideia, mais coerente, é que elementais seriam consciências que, como todas as demais, obedecem as mesmas leis relativas ao progresso evolutivo. Nesse sentido, os elementais fariam parte do continuum evolutivo planetário, consciências simples saindo do reino animal mas que ainda não chegaram ao nível de raciocínio e lucidez de reino hominal, estando, portanto em um estado intermediário.

Assim, essas consciências são chamadas de “espíritos dos elementos da natureza”, “elementais” (derivado do termo anterior), “espíritos da natureza”, “espíritos servi­dores da natureza”, “ante-humanos” e “subumanos”.

Referências a elementais existem, além da Teosofia, no espiritismo, na umbanda e em outras formas de sincretismo.

No livro “Nosso Lar”, psicogrado por Chico Xavier, André Luiz descreve um encontro que teve com essas consciências quando teve que vir a dimensão extrafísica crostal:

“Narcisa chamou alguém, com expressões que eu não podia compreender.

Daí a momentos, oito enti­dades atendiam-lhe ao apelo. Imensamente surpreendido, vi-a indagar da existência de mangueiras e eucaliptos. Devidamente informada pelos amigos, que me eram totalmente estranhos, a enfermeira ex­plicou: – São servidores comuns do reino vegetal, os irmãos que nos atenderam . “

A atuação dos elementais estaria relacionada a processos bioenergéticos da natureza, estando presentes em locais com abundância dessas bioenergias, tais como aqueles que tem muita vegetação, corregos de água, rios, etc.

Desconheço quaisquer técnicas que tenham sido usadas por consciências intrafísicas para valer-se da colaboração desses seres com finalidade cosmoética. O que já ouvi falar muito são evocações no sentido de usar essas consciências em trabalhos de magia, cujas motivações e resultados são, no mínimo, questionáveis.

Não é comum projetores lúcidos encontrarem tais criaturas em suas experiências extrafísicas. Parece que elas são arredias. Nossos pensenes (pensamentos+sentimentos+energias) aparentemente as afugentam.

Ocorre que, as vezes, projetores ou clarividentes, veem formas pensamentos ou consciências extrafísicas com aparências diferentes e acabem crendo que tratam-se de elementais.

Para Saber Mais:

Experiências Fora do Corpo – Fundamentos

Experiências Fora do Corpo: O Guia do Iniciante

www.metaconsciencia.com

www.estadovibracional.com

Para saber mais:

Livro Estado VibracionalLivro Experiências Fora do Corpo - Fundamentos

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s