O Energossoma

Energossoma

O Energossoma

Estava conversando com um colega que está lendo meu livro, quando ele questionou-me sobre o que seria exatamente o energossoma, um dos corpos da consciência.

Após ministrar as explicações necessárias, resolvi incrementar a resposta e escrevi esse post.

Holossoma. A consciência transcende a matéria e a energia. Logo, precisa de veículos (corpos) para manifestar-se. Esses corpos formam uma estrutura denominada holossoma (holo = todo; soma = corpo). O holossoma possui pelos menos 4 corpos facilmente distinguíveis por terem características distintas:

Soma = corpo físico

Energossoma = corpo energético

Psicossoma = corpo astral/emocional

Mentalsoma = corpo mental

Psicossoma. Na condição intrafísica a consciência emprega o soma para manifestar-se. Na dimensão extrafísica a consciência emprega o psicossoma. O psicossoma é constituído de matéria extrafísica, sendo por demais sutil para interagir diretamente com a matéria. Por esse motivo existe o energossoma.

Energossoma. Constituído por matéria extrafísica muito densa e, provavelmente, por algum tipo de matéria intrafísica ainda desconhecida da ciência, esse veículo está no limite entre as duas dimensões, física e extrafísica.

Ele atua, portanto, como uma cola que une o psicossoma ao soma, como mostra a figura acima.

Todos os seres vivos tem energossoma, do vírus e das plantas até o serenão (consciência superevoluída) encarnado.

Primeira Morte. Quando ocorre a morte do corpo físico, o energossoma se rompe e a consciência passa a manifestar-se apenas na dimensão extrafísica. Resíduos do energossoma permanecem no corpo físico e dissolvem-se com ele e resíduos ficam aglutinados em torno do psicossoma. É a primeira morte.

Segunda Morte. Quando os resíduos do energossoma que se aglutinam no psicossoma se dissolvem, ocorre a segunda morte. A partir de então a consciência pode manifestar-se livremente na dimensão extrafísica, com lucidez. Enquanto não ocorre a segunda morte, a consciência fica tolhida, com pouca ou nenhuma lucidez. Em fica numa condição de sonâmbulo extrafísico, tal qual uma pessoa que passa por uma EFC inconsciente.

Cordão de Prata. O cordão de prata nada mais é do que o energossoma que une o soma ao psicossoma, só que afilado, estreitado.

Forma. O energossoma em geral não tem forma. Em raras ocasiões, pode, durante uma EFC, aglutinar-se na dimensão extrafísica, próxima do soma, mais ou menos com a mesma conformação (aparência visual) desse veículo.

EFCs Lastreadas. São projeções em que o projetor carrega consigo uma grande parte do energossoma, fazendo com que sua lucidez e movimentação fique limitada.

Relacionamentos. O energossoma está intimamente relacionado aos chacras, as energias extrafísicas, a todos os canais energéticos existentes no holossoma e ao estado vibracional da consciência intrafísica. Tudo isso existe nas consciência extrafísicas, mas, na dimensão intrafísica, em pessoas encarnadas, esses aspectos são potencializados pelo energossoma. O energossoma também está relacionado a produção dos chamados efeitos físicos, a ectoplasmia, a cura paranormal, a materializações, ao poltergeist e uma série de outros fenômenos anímicos.

Força. É pelo fato de nós, consciências intrafísicas, termos energossoma é que as consciências extrafísicas precisam de nós para poderem atuar energeticamente com mais força na dimensão extrafísica crostal.

Concluindo, uma vez que temos toda essa energia do energossoma, precisamos ser responsáveis com sua utilização. Que fim damos a essas energias? Usamos para assistir outras consciências, para assediá-las ou as entregamos “de bandeja” para guias cegos, vampiros e assediadores?

Para Saber Mais

Experiências Fora do Corpo – Fundamentos

www.metaconsciencia.com

www.estadovibracional.com

Livros:

Livro Estado VibracionalLivro Experiências Fora do Corpo - Fundamentos

 

 

 

 

 

Anúncios

Um comentário sobre “O Energossoma

  1. Caro César,

    O ectoplasma tb chamado bioenergia, bioplasma ou energia psicotrônica e que constitue o Ectossoma, é o mediador da PK nos fenômenos somáticos e físicos anômalos. (Pk mediata) Portanto, ele já tem os predicados de ‘conector’ soma-psicossoma.

    Poltergeists possivelmente carrega resíduos ectossomáticos msm sem epicentro.

    O Energossoma ñ seria uma modificação ou um ‘campo residual’ extrafísico da ligação psicocinética do Soma com o Psicossoma?

    Sei que muitas vezes ele é visto. Mas sabemos que entre ver algo e a interpretação subjacente projetada naquilo que se viu nem sempre é correta além do que o Inconsciente costuma traduzir simbolicamente – msm que seja uma parapercepção correta – com motivos do Insciente Palingenético ou Coletivo ou das idéias do holopensene cultural aquilo que percebe via Esp.

    Veja, não questiono a existência empírica e para-empírica dessa energia.
    Mas como saber se ela ñ é só EnergoPsi ou psicossomica, mas carregada com pensenes sobre influência do soma (biopensenes)

    Quais são os dados vigentes que sustenta a existência desse campo como algo geneticamente independente do corpo astral?

    Valeu!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s